CONSULTORIA

Os serviços de consultoria prestados concentram-se em duas áreas:

  • Análises para consumidores dos chamados Gases do Ar e Gases Especiais;

  • Engenharia, Procurement, Construção e Gerenciamento da implantação de novos projetos ou melhoria de processos existentes.

A equipe Hytron assessora empresas consumidoras de gases (incluindo oxigênio, nitrogênio, hidrogênio, argônio, gases laboratoriais, entre outros) visando à máxima eficiência técnica e econômica em seu consumo.

A consultoria é realizada avaliando-se, dentre outros aspectos, demandas e modelos de fornecimento vigente (geração on-site, fornecimento a granel líquido ou gasoso, etc.), buscando a otimização da confiabilidade operacional e confrontando se o modelo utilizado por sua fornecedora de gases é o mais adequado em termos de custos e segurança.

A expertise da equipe Hytron em geração on-site de gases industriais e ultrapuros permite-lhe oferecer projetos diferenciados em controle e supervisão de processos industriais, seja em novas aplicações ou pré existentes.

Nosso foco está no aumento da rentabilidade e eficiência de seus processos.

ESTAÇÕES DE ABASTECIMENTO VEICULAR (EAV)

Estações de Abastecimento Veicular (EAV’s) são utilizadas para abastecer, com hidrogênio, veículos elétricos com célula a combustível (veículos leves, ônibus, empilhadeiras, dentre outros).

As EAV’s correspondem a sistemas autônomos de produção de hidrogênio purificado, fornecidos com sistema supervisório e capazes de atender as mais estritas normas de qualidade de combustível (incluindo norma SAE J2719).

As estações são compostas pelos equipamentos responsáveis pela produção, purificação, compressão, armazenamento intermediário e dispenser de hidrogênio. Utilizando as tecnologias de reforma ou eletrólise da água, a Hytron está capacitada a oferecer EAV’s em formato turn-key.

A equipe da Hytron participou do Projeto VEGA II (coordenado pelo Laboratório de Hidrogênio da UNICAMP), que concebeu o primeiro veículo movido a hidrogênio do hemisfério sul, no ano de 2004.

 

ELETROLISADORES DE ÁGUA

Por eletrólise da água entende-se o processo eletroquímico de dissociação da água em seus componentes, hidrogênio e oxigênio.

Os eletrolisadores modernos são classificados de acordo com o tipo de eletrólito utilizado (meio condutor iônico presente entre seus eletrodos, cátodo e anodo). As tecnologias mais conhecidas são:

  • Alcalina, na qual o eletrólito corresponde uma solução aquosa de KOH (Hidróxido de Potássio) e;

  • PEM, onde o eletrólito corresponde a um condutor iônico sólido, geralmente na forma de uma membrana polimérica.

Este processo pode ser explorado para a produção de hidrogênio ou para a produção de hidrogênio e oxigênio, separadamente, em sistemas com ampla faixa de capacidades. Os eletrolisadores possuem modularização típica da produção entre 20 e 100% de sua capacidade nominal e podem prover os gases a pressões de até 30 barg, evitando-se o uso de compressores mecânicos intermediários.

Seja qual for a capacidade pretendida ou a pressão de fornecimento, consulte-nos diretamente.

 

PIRÓLISE

Pirólise é um processo de decomposição térmica de substâncias orgânicas num ambiente com muito pouco, ou nenhum, oxigênio. Trata-se de um processo termoquímico em alguns aspectos semelhante ao processo de reforma.

Esta tecnologia viabiliza o uso de resíduos sólidos urbanos (RSU), resíduos sólidos de processos, resíduos agrícolas, dentre outros, como opções para a produção de gases industriais ou geração de energia.

Dentre as distintas tecnologias de pirólise destaca-se a Pirólise Lenta a Tambor Rotativo, tecnologia a qual dispensa a usual secagem preliminar do insumo processado (podendo utilizar diretamente insumos com cerca de 30% de umidade). O produto gasoso corresponde a uma mistura de alto poder calorífico rica em hidrogênio e monóxido de carbono.

A tecnologia apresenta ainda como produto um composto sólido denominado biocarvão (biochar). Este produto, de composição e morfologia uniforme, pode ser utilizado diretamente em queimadores de combustível sólido ou como complemento de solo, dadas suas propriedades benéficas de fixação de nutrientes, substâncias e sistemas biológicos fundamentais para culturas agrícolas.

Os sistemas de pirólise lenta a tambor rotativo constituem opção técnica e economicamente viável aos sistemas de incineração, possuindo capacidades de processamento entre 2 e 135 TPD (toneladas por dia) e capacidades equivalentes de geração estacionária entre 60 kWe e 2,7 MWe, além de amplo potencial de cogeração.

 

SISTEMAS DE REFORMA

Reforma é um processo termoquímico no qual um combustível é convertido numa mistura de gases rica em hidrogênio.

Adequando-se as condições de operação (tais como temperatura, pressão e proporção dos insumos do processo), pode-se privilegiar a produção de hidrogênio, monóxido de carbono ou de proporções específicas destes dois gases (denominadas gás de síntese).

Convencionalmente utiliza-se como combustível o Gás Natural, GLP (Gás Liquefeito de Petróleo), Biogás ou, pioneiramente no Brasil, através de um projeto desenvolvido pela Hytron, o Etanol.

Os sistemas de reforma podem ser compostos com adequado pós tratamento e purificação do gás produzido, com o intuito de se alcançar qualquer especificação.

O processo pode ainda ser adaptado para combustíveis alternativos, incluindo glicerol, óleos vegetais, resíduos oleosos, dentre outros, conforme disponibilidade presente em cada aplicação.

 

SISTEMAS DE PURIFICAÇÃO DE GASES

Para demandas de gases purificados ou ultrapurificados (99,9999%+), considerando ainda sua origem e aplicação, a escolha da tecnologia de purificação deve ser feita respeitando-se critérios de confiabilidade e economicidade.

Dentre as soluções disponíveis, destacam-se os sistemas PSA (Pressure Swing Adsorption). Nesta tecnologia as colunas de purificação são preenchidas por materiais especialmente escolhidos para cada aplicação. Estes materiais são responsáveis pela remoção das impurezas da corrente ingressante, disponibilizando à saída apenas o componente gasoso buscado.

Estes sistemas são projetados para fornecimento ininterrupto do produto gasoso, o que se dá através da integração de múltiplas colunas de purificação. Este arranjo garante a regeneração automática das colunas e funcionamento autônomo do processo, com potencial para aproveitamento adicional de corrente de gás residual.

Esta tecnologia é aplicável à purificação de hidrogênio, metano, monóxido de carbono, hélio, nitrogênio, oxigênio, dentre outros gases.

Os sistemas PSA possuem capacidades de até milhares de Nm3/h, modularização típica da produção entre 40 e 100% e podem prover os gases purificados com baixa perda de pressão.

Independente das condições de seu processo, a equipe técnica da Hytron poderá atender à sua aplicação. Consulte-nos para maiores detalhes.

 
  • White LinkedIn Icon
  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon

E-mail: hytron@hytron.com.br

Tel.: +55 19 30322522

Eritrina, 181

Condomínio Industrial Veccon Zeta

Sumaré - SP - Brasil

CEP.: 13.178-543

©2017 por Hytron Energia e Gases Industriais.